Como cadastrar a jornada de trabalho do Professor no Prosol RH New

Para aqueles professores que seguem o Sindicato dos Professores e a composição  do salário do mesmo são as horas trabalhadas na semana multiplicado por 4,5 semanas e mais a Hora atividade e o DSR 1/6, o usuário pode informar previamente as horas da jornada de trabalho na semana do Professor e o programa baseado nisto, fará o cálculo mensal automático das horas aulas, hora atividade e o DSR 1/6 deste professor baseando-se nesta informação.

Para cadastrar a jornada de trabalho do trabalhador professor no Prosol RH New, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu “Cadastra Jornada para Professor”.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e Código do Trabalhador, e daí preencher os campos:

– Campo “Data“: Deve ser preenchido a data de inclusão ou alteração deste cadastro da Jornada do Professor.

– Campo “Evento“: Deve ser preenchido com o evento ou Rubrica de Hora Aula deste trabalhador professor. Pode ser inserido mais que uma rubrica de hora aula.

Dica: Este evento de Hora Aula já deve estar previamente criado no cadastro de eventos rubricas com a rotina de cálculo 81.

– Campo “Referência“: Deve ser preenchido com a quantidade de horas aulas que este trabalhador professor faz por semana.

– Campo “Valor“: Deve ser preenchido com o valor da hora aula para este evento/rubrica.

Após preenchidos os campos, clicar no Botão “Adicionar”.

Será criado uma grid abaixo com as informações inseridas.

Menu informa Jornada de Professor
Menu informa Jornada de Professor

Procedimento para liberar as atualizações do site da Prosol e funcionamento do programa Manifestei.

1 – Copie o link a seguir e cole no navegador chrome:    chrome://flags/#treat-unsafe-downloads-as-active-content

2 – Será exibido a tela de configurações do navegador, clique no botão que estará como Default e informe disabled e depois clique no botão Relaunch como na imagem. Pronto, agora o navegador fará os downloads normalmente.

Como cadastrar Horas trabalhadas na Semana Dias alternados para trabalhadores Horistas no Prosol RH New

 

O usuário pode informar previamente as horas que o trabalhador faz por dia e o programa baseado nisto, fará o cálculo mensal das horas trabalhadas baseando-se nesta informação.

Para Informar previamente as horas trabalhadas por dia para o trabalhador no Prosol RH New, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu “Cadastrar Horas Trabalhadas na semana/Dias alternados”.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e o Período, clicar no Botão “Buscar”, irá aparecer os trabalhadores horistas, e daí preencher os campos:

– Campo “Segunda”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas as segundas-feiras pelo Trabalhador.

– Campo “Terça”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas as terças-feiras pelo Trabalhador.

– Campo “Quarta”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas as quartas-feiras pelo Trabalhador.

– Campo “Quinta”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas as quintas-feiras pelo Trabalhador.

– Campo “Sexta”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas as sextas-feiras pelo Trabalhador.

– Campo “Sábado”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas aos sábados pelo Trabalhador.

– Campo “Domingo”: Deve ser preenchido com as horas trabalhadas aos domingos pelo Trabalhador.

– Campo “DSR do Cadastro”: Se assinalado este campo, o programa calculará o DSR das Horas trabalhadas dividindo o total de horas apuradas pela quantidade de Dias Úteis e multiplicando este valor pela quantidade de dias DSR cadastrados no Menu “Cadastro Horas Normais/DSR”.

Observação: Se este campo não estiver assinalado, o programa fará a média do Total das Horas apuradas naquele mês, dividido pela quantidade de dias trabalhados e depois multiplicará pelos dias DSR daquele mês.

Após preenchidos os campos, não esquecer de clicar no Botão “Salvar(F9)”.

 

Cadastra Horas na Semana para o trabalhador
Cadastra Horas na Semana para o trabalhador

Como retornar o salário do mês anterior depois de feita uma alteração de salários de forma errada para um trabalhador no programa Pro RH New da Prosol

 

Às vezes é feito uma alteração salarial que não deveria ter sido feita. Para isto, existe a opção “Retorna Salário Mês anterior”

Para retornar o salário do mês anterior para um trabalhador, de todos trabalhadores de uma empresa ou de um centro de custo inteiro dentro do programa RH NEW da Prosol, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Sub Menu Reajuste Salarial – Menu “Retorna Salário Mês anterior”.

Ali terá três Guias/Abas com três telas:

Guia – “Por Empresa”

Guia – “Por Local/Centro de Custo”

Guia – “Por Colaborador”

Onde o usuário poderá preencher estas guias conforme segue:

 

Guia – “Por Empresa”

Local onde o usuário poderá retornar o salário do mês anterior de uma empresa inteira ou de várias empresas.

– Campos “Empresa Inicial” e “Empresa Final”: Deve ser preenchido nestes campos o número da empresa ou das empresas que o usuário desejará retornar os salários.

Após colocar os códigos das empresas, deverá ser acionado o botão “Adicionar”. Na grade abaixo aparecerá as empresas selecionadas.

– Campo “Data do mês a recuperar salário”: Informar neste campo a data do mês do salário antigo que será parâmetro para recuperar o salário.

– Campo “Data do mês a gravar o salário”: Informar a data do mês que será gravado o salário correto.

Por fim, não esquecer de acionar o botão “Salvar(F9)”.

Retornar Salario por Empresa
Retornar Salario por Empresa

 

Guia – “Por Local/Centro de Custo”

Local onde o usuário poderá fazer o retornar o salário de um centro de custo inteiro para uma determinada empresa.

– Campos “Empresa”: Deve ser preenchido neste campo o número da empresa que o usuário desejará retornar os salários.

– Campos “Local”, “Departamento”, “Setor”, “Centro de Custo”: Deve ser preenchido neste campo o Local e Centro de Custo da empresa que o usuário desejará recuperar os salários.

Após colocar o código da empresa e do centro de custo, deverá ser acionado o botão “Adicionar”. Na grade abaixo aparecerá os trabalhadores daquele centro de custo.

– Campo “Data do mês a recuperar salário”: Informar neste campo a data do mês do salário antigo que será parâmetro para recuperar o salário.

– Campo “Data do mês a gravar o salário”: Informar a data do mês que será gravado o salário correto.

Por fim, não esquecer de acionar o botão “Salvar(F9)”.

Retornar Salario por Centro de Custo
Retornar Salario por Centro de Custo

 

Guia – “Por Colaborador”

Local onde o usuário pode retornar o salário de um ou mais colaboradores.

– Campos “Empresa”: Deve ser preenchido neste campo o número da empresa que o usuário desejará retornar os salários.

– Campos “Colaborador inicial” e “Colaborador Final”: Deve ser preenchido nestes campos o(s) número(s) do(s) trabalhador(es) que o usuário desejará retornar os salários.

Após colocar o código da empresa e do funcionário, deverá ser acionado o botão “Adicionar”. Na grade abaixo aparecerá os trabalhadores selecionados.

– Campo “Data do mês a recuperar salário”: Informar neste campo a data do mês do salário antigo que será parâmetro para recuperar o salário.

– Campo “Data do mês a gravar o salário”: Informar a data do mês que será gravado o salário correto.

Por fim, não esquecer de acionar o botão “Salvar(F9)”.

Retornar Salario por Colaborador
Retornar Salario por Colaborador

Como efetuar o Cálculo do reajuste Salarial no programa Pro RH New da Prosol

Para efetuar o reajuste salarial de um funcionário, de todos trabalhadores de uma empresa ou de um centro de custo inteiro dentro do programa RH NEW da Prosol, acesse o Menu Principal CadastrosMenu Colaboradores – Sub Menu Reajuste Salarial – “Calcular Reajuste Salarial”.

Ali terá três Guias/Abas com três telas:

Guia – “Por Empresa”

Guia – “Por Local/Centro de Custo”

Guia – “Por Colaborador”

Onde o usuário poderá preencher estas guias conforme segue:

 

Guia – “Por Empresa”

Local onde o usuário poderá fazer o reajuste salarial de uma empresa inteira ou de várias empresas.

– Campos “Empresa Inicial” e “Empresa Final”: Deve ser preenchido nestes campos o número da empresa ou das empresas que o usuário desejará alterar os salários.

Após colocar os códigos das empresas, deverá ser acionado o botão “Adicionar”. Na grade abaixo aparecerá as empresas selecionadas.

– Campo “Categoria a Reajustar”: Poderá ser filtrado a categoria dos trabalhadores que será reajustado os salários. Por padrão, o programa mostrará a princípio a categoria 01.

Dentro desta tela, terá duas opções abaixo da grade:

Opção: Reajuste por Percentual ou Opção: Reajuste por Salários.

Na opção Reajuste por Percentual, terá os campos:

– Campo “% Percentual do Aumento”: Colocar o percentual que será reajustado o salário.

Na opção Reajuste por Salários, terá os campos:

– Campo “Salário Antigo”: Colocar o Salário que será parâmetro para o reajuste.

– Campo “Salário Novo”: Colocar o valor do novo Salário para o trabalhador.

Campos “Comuns” para as Opções Reajuste por Salários e Reajuste por Percentual:

– Campo “Data do Reajuste”: Informar a data efetiva da alteração de salário e que ficará gravada no histórico do trabalhador.

– Campo “Arredondar p/ Cima”: Se selecionado SIM, o programa arredondará o salário para o próximo valor inteiro. Ex.: Se o resultado der R$ 1.468,37, será alterado o salário para R$ 1.469,00.

– Campo “Valor do Menor Salário”: Se preenchido este campo com um valor, o programa entenderá que o valor deste campo será o valor do novo salário se o resultado da alteração salarial for menor que este campo. Ex.: Se o resultado do novo salário der R$ 1.320,00, mas o valor do menor salário estiver informado com R$ 1.370,00, o programa assumirá para aqueles trabalhadores o valor do novo salário de R$ 1.370,00.

– Campo “Motivo do Aumento”: Neste campo o usuário pode escrever o motivo da Alteração Salarial.

– Campo “Código do Sindicato”: Neste campo poderá ser filtrado o Sindicato que será reajustado os salários. Se o campo estiver em branco, o reajuste será para todos trabalhadores. Se estiver preenchido, o programa fará a alteração apenas para os trabalhadores daquele Sindicato.

Por fim, não esquecer de acionar o botão “Calcular Reajuste”.

Tela Reajuste por empresa
Tela Reajuste por empresa

Guia – “Por Local/Centro de Custo”

Local onde o usuário poderá fazer o reajuste salarial de um centro de custo inteiro para uma determinada empresa.

– Campos “Empresa”: Deve ser preenchido neste campo o número da empresa que o usuário desejará alterar os salários.

– Campos “Local”, “Departamento”, “Setor”, “Centro de Custo”: Deve ser preenchido neste campo o Local e Centro de Custo da empresa que o usuário desejará alterar os salários.

Após colocar o código da empresa e do centro de custo, deverá ser acionado o botão “Adicionar”. Na grade abaixo aparecerá os trabalhadores daquele centro de custo.

– Campos “Categoria a Reajustar”: Poderá ser filtrado a categoria dos trabalhadores que será reajustados os salários. Por padrão mostrará a princípio a categoria 01.

Dentro desta tela, terá duas opções abaixo da grade:

Opção: Reajuste por Percentual ou Opção: Reajuste por Salários.

Na opção Reajuste por Percentual, terá os campos:

– Campo “% Percentual do Aumento”: Colocar o percentual que será reajustado o salário.

Na opção Reajuste por Salários, terá os campos:

– Campo “Salário Antigo”: Colocar o Salário que será parâmetro para o reajuste.

– Campo “Salário Novo”: Colocar o valor do novo Salário para o trabalhador.

Campos “Comuns” para as Opções Reajuste por Salários e Reajuste por Percentual:

– Campo “Data do Reajuste”: Informar a data efetiva da alteração de salário e que ficará gravada no histórico do trabalhador.

– Campo “Arredondar p/ Cima”: Se selecionado SIM, o programa arredondará o salário para o próximo valor inteiro. Ex.: Se o resultado der R$ 1.468,37, será alterado o salário para R$ 1.469,00.

– Campo “Valor do Menor Salário”: Se preenchido este campo com um valor, o programa entenderá que o valor deste campo será o valor do novo salário se o resultado da alteração salarial for menor que este campo.  Ex.: Se o resultado do novo salário der R$ 1.320,00, mas o valor do menor salário estiver informado com R$ 1.370,00, o programa assumirá para aqueles trabalhadores o valor do novo salário de R$ 1.370,00.

– Campo “Motivo do Aumento”: Neste campo o usuário pode escrever o motivo da Alteração Salarial.

– Campo “Código do Sindicato”: Neste campo poderá ser filtrado o Sindicato que será reajustado os salários. Se o campo estiver em branco, o reajuste será para todos trabalhadores. Se estiver preenchido, o programa fará a alteração apenas para os trabalhadores daquele Sindicato.

Por fim, não esquecer de acionar o botão “Calcular Reajuste”.

Tela Reajuste por Centro de Custo
Tela Reajuste por Centro de Custo

Guia – “Por Colaborador”

Local onde o usuário pode fazer o reajuste salarial de um ou mais colaboradores.

– Campos “Empresa”: Deve ser preenchido neste campo o número da empresa que o usuário desejará alterar os salários.

– Campos “Colaborador inicial” e “Colaborador Final”: Deve ser preenchido nestes campos o(s) número(s) do(s) trabalhador(es) que o usuário desejará alterar os salários.

Após colocar o código da empresa e do funcionário, deverá ser acionado o botão “Adicionar”. Na grade abaixo aparecerá os trabalhadores selecionados.

– Campos “Categoria a Reajustar”: Poderá ser filtrado a categoria dos trabalhadores que será reajustado os salários. Por padrão mostrará a princípio a categoria 01.

Dentro desta tela, terá duas opções abaixo da grade:

Opção: Reajuste por Percentual ou Opção: Reajuste por Salários.

Na opção Reajuste por Percentual, terá os campos:

– Campo “% Percentual do Aumento”: Colocar o percentual que será reajustado o salário.

Na opção Reajuste por Salários, terá os campos:

– Campo “Salário Antigo”: Colocar o Salário que será parâmetro para o reajuste.

– Campo “Salário Novo”: Colocar o valor do novo Salário para o trabalhador.

Campos “Comuns” para as Opções Reajuste por Salários e Reajuste por Percentual:

– Campo “Data do Reajuste”: Informar a data efetiva da alteração de salário e que ficará gravada no histórico do trabalhador.

– Campo “Arredondar p/ Cima”: Se selecionado SIM, o programa arredondará o salário para o próximo valor inteiro. Ex.: Se o resultado der R$ 1.468,37, será alterado o salário para R$ 1.469,00.

– Campo “Valor do Menor Salário”: Se preenchido este campo com um valor, o programa entenderá que o valor deste campo será o valor do novo salário se o resultado da alteração salarial for menor que este campo. Ex.: Se o resultado do novo salário der R$ 1.320,00, mas o valor do menor salário estiver informado com R$ 1.370,00, o programa assumirá para aqueles trabalhadores o valor do novo salário de R$ 1.370,00.

– Campo “Motivo do Aumento”: Neste campo o usuário pode escrever o motivo da Alteração Salarial.

– Campo “Código do Sindicato”: Neste campo poderá ser filtrado o Sindicato que será reajustados os salários. Se o campo estiver em branco, o reajuste será para todos trabalhadores. Se estiver preenchido, o programa fará a alteração apenas para os trabalhadores daquele Sindicato.

Por fim, não esquecer de acionar o botão “Calcular Reajuste”.

Tela reajuste por por colaborador
Tela reajuste por por colaborador

Como alterar o Local de Trabalho ou Centro de Custos – Alocação de Colaboradores no programa Pro RH New da Prosol

Para cadastrar ou alterar um Local de Trabalho ou Centro de Custos no programa Pro RH New da Prosol, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu “Alocação de Colaboradores”.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e os Códigos Inicial e Final do Trabalhador e daí preencher os campos:

– Campo “Novo Local/Tomador“: Deve ser preenchido neste campo o número do Novo Local de Trabalho do trabalhador.
– Campo “Centro de Custo“: Deve ser preenchido neste campo o número do Novo Centro de Custo do trabalhador.

Importante: Apenas aparecerão Locais ou Centro de Custos já existentes que foram anteriormente cadastrados em seus respectivos menus.

Dica: Utilizando o Botão “Selecionar Todos(Alt+T)”, o usuário poderá selecionar todos trabalhadores de uma vez.

Após preenchidos os campos, não esquecer de clicar no Botão “Salvar(F9)“.

Alocação de Trabalhadores
Alocação de Trabalhadores

Como Informar Remuneração de outras empresas para o trabalhador no Prosol RH New

Para Informar Remuneração de outras empresas para o trabalhador no Prosol RH New, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu Duplo Vinculo – Submenu “Informa Remuneração de Outras Empresas”.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e o Código do Trabalhador e daí preencher os campos:

– Campo “Ano”: Deve ser preenchido com o Ano do Mês que contém as informações da remuneração da outra empresa.
– Campo “CNPJ”: Deve ser preenchido com o CNPJ da empresa em que o trabalhador sofre o desconto de INSS.
– Campo “Nome da Empresa”: Deve ser preenchido com o Nome da Empresa que o trabalhador sofre o desconto de INSS.
– Campo “Categoria”: Deve ser preenchido com o código da categoria do trabalhador na qual houve a remuneração. Neste campo pode ser utilizada a tecla F2 para consulta.
– Campo “Indicativo de Desconto de INSS”: Deve ser preenchido com o Indicador de desconto da contribuição previdenciária do trabalhador, de acordo com as seguintes opções:
1 – O declarante aplica a alíquota de desconto do segurado sobre a remuneração por ele informada (o percentual da alíquota será obtido considerando a remuneração total do trabalhador);
2 – O declarante aplica a alíquota de desconto do segurado sobre a diferença entre o limite máximo do salário de contribuição e a remuneração de outra(s) empresa(s) para as quais o trabalhador informou que houve o desconto;
3 – O declarante não realiza desconto do segurado, uma vez que houve desconto sobre o limite máximo de salário de contribuição em outra(s) empresa(s).
– Coluna “Remuneração Mensal”: Deve ser preenchido com o valor da Remuneração da outra empresa que foi informada pelo trabalhador para aquele mês.
– Coluna “INSS Descontado”: Deve ser preenchido com o valor do INSS descontado na outra empresa que foi informada pelo trabalhador para aquele mês.

Após preenchidos os campos, não esquecer de clicar no Botão “Salvar(F9)“.

Como Informar Remuneração de outras empresas para o trabalhador no Prosol RH New
Como Informar Remuneração de outras empresas para o trabalhador no Prosol RH New

Como Cadastrar uma Conta Bancária do Colaborador no programa Pro RH New da Prosol

Para cadastrar ou alterar uma Conta Bancária do Colaborador no programa Pro RH New da Prosol, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu “Cadastra Conta Bancária do Colaborador”.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e o Código do Trabalhador e daí preencher os campos:

– Campo “Banco para Pagamento”: Deve ser preenchido neste campo o Banco da conta do trabalhador. Pode ser preenchido por escrito ou apertar o combo do lado direito que aparecerá todos os bancos vinculados a Febraban.
– Campo “Variação”: Campo de preenchimento opcional (Não obrigatório).
– Campo “Agência”: Deve ser preenchido a Agência Bancaria da conta do trabalhador.
– Campo “Digito Agência”: Deve ser preenchido o Digito da Agência Bancaria da conta do trabalhador.
– Campo “Conta”: Deve ser preenchido a Conta Bancária do trabalhador.
– Campo “Digito Conta”: Deve ser preenchido o Digito da Conta Bancaria da conta do trabalhador.
– Campo “Tipo Conta”: Deve ser preenchido o Tipo de Conta Bancaria da conta do trabalhador ( Conta Corrente ou Poupança ).
– Campo “Cartão Salário”: Se for conta Cartão Salário, deve ser Preenchido como SIM.

Após preenchidos os campos, não esquecer de clicar no Botão “Salvar(F9)”.

Cadastro de Conta Bancaria Folha New Prosol
Cadastro de Conta Bancaria Folha New Prosol

 

Como alterar salários e cargos no programa Pro RH New da Prosol

 

Para alterar cargos e salários de um funcionário, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu “Alteração de Salários e Cargos”.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e o Código do Trabalhador e daí preencher os campos:

– Campo “Data de Alteração”: Que é a data efetiva da alteração de salário ou cargo e que ficará gravada no histórico do trabalhador.

– Campo “Aumento Salarial”: SIM ou NÃO. Colocando SIM, o programa irá abrir os próximos campos necessários para a alteração de salário.

– Campo “Reajuste por”: Ali o usuário poderá escolher as seguintes opções: AUMENTO ESPONTÂNEO, CONVENÇÃO COLETIVA, DISSÍDIO COLETIVO, ALTERAÇÃO DE FUNÇÃO ou OUTROS.

– Campo “Data do Dissídio Coletivo”: Colocar a data da assinatura do Dissídio Coletivo.

– Campo “Tipo de Salário”: ‘Ali o usuário poderá colocar o Tipo de Salário: Mensal, por Hora, etc.

– Campo “Percentual de Reajuste”: Colocar o percentual que será reajustado o salário.

– Campo “Arredondar Salário”: Neste campo o usuário pode escolher as opções em não arredondar o salário, arredondar para cima ou arredondar para baixo.

– Campo “Salário Reajustado”: Neste campo o programa mostrará o salário já com o reajuste.

– Campo “Alteração de Cargo”: SIM ou NÃO. Colocando SIM, o programa irá abrir os próximos campos necessários para a alteração de cargo.

– Campo “Função”: Neste campo o usuário colocará a nova função do trabalhador. Pode ser utilizado a “lupa” do lado direito do campo para visualizar as funções já existentes.

– Campo “Motivo da Alteração”: Neste campo o usuário pode escrever o motivo da Alteração Salarial.

Após preenchidos os campos, não esquecer de clicar no Botão “Salvar”.

Vale lembrar que todas as alterações efetuadas neste menu servirão para o histórico do trabalhador.

 

Alteração de Cargos Salários

Como cadastrar um trabalhador no programa Pro RH New da Prosol

 

Para cadastrar ou alterar dados de um funcionário, acesse o Menu Principal Cadastros – Menu Colaboradores – Submenu Colaboradores.

Ali o usuário poderá digitar o Código da Empresa e o Código do Trabalhador. Se for um Código que não exista, o programa liberará todos os campos para cadastramento.

Dentro da Janela “Cadastro de Colaboradores”, terá oito “Guias”. São elas:

Guia – Dados Gerais

Guia – Dados Contratuais

Guia – SEFIP/RAIS/CAGED

Guia – E-Social

Guia – Horário

Guia – Estágio

Guia – Dependentes

Guia – Contato

Onde o usuário poderá preencher estas guias conforme segue:

 

Guia – Dados Gerais:

Local onde serão preenchidos os Dados Gerais do Trabalhador tais como: Data de Nascimento, Documentos Pessoais, Filiação, Nacionalidade, Tipo Sanguíneo, Grau de Instrução, Estado Civil, Endereço, etc.

Dica importante: Existe o campo “Mensagem Holerite” onde o que o usuário poderá digitar uma mensagem personalizada. E esta mensagem sairá impressa no holerite de pagamento do trabalhador.

 

Guia Dados Contratuais:

Local onde serão preenchidos os Dados referentes ao contrato de trabalho daquele trabalhador com a empresa, tais como: Data de Admissão, Cargo, Tipo de Salário, Salário Atual, Local de Trabalho, Departamento, Setor, Centro de Custo, Sindicato a que pertence, Tipo de Contrato de Trabalho, Quantidade de dias do contrato por prazo determinado, Banco, Agencia e Conta do Funcionário, etc.

Dicas Importantes:

– Campo “Adiantamento Salarial”: Se empresa concede Adiantamento Salarial e aquele trabalhador não quer receber o adiantamento, no campo “Adiantamento Salarial”, o usuário poderá colocar Não, desta forma o ficará configurado para o programa não calculará o Adiantamento Salarial para este Trabalhador.

– Campo “% de Adiantamento”: Se empresa concede Adiantamento Salarial com percentual de 40% e aquele trabalhador não quer receber o percentual de 40%, mas um percentual menor, no campo “% de Adiantamento”, o usuário poderá colocar o percentual do salário que o trabalhador quer de adiantamento, e desta forma o programa calculará o Adiantamento Salarial para este Trabalhador com percentual diferente dos demais.

– Campo “Evento para Comissionistas”: Neste campo o usuário pode determinar qual o evento que será lançado todo mês como Comissões.

Feito isso, o programa terá um parâmetro para verificar no cálculo se o valor deste evento lançado é menor que o salário base fixado como garantia do comissionista, e sozinho fará o cálculo do Reflexo sobre a comissão e também criará automático o evento de complemento salarial da diferença dos eventos de Comissão e Reflexo para o Salário base do trabalhador.

 

Guia – SEFIP/RAIS/CAGED:

Local onde serão preenchidos os dados necessários para os programas do Governo SEFIP, RAIS e CAGED.

Dados como: Categoria do Trabalhador para a SEFIP, Ocorrência para aposentadoria Especial para a SEFIP, Tipo de admissão para a RAIS, Vínculo Empregatício para RAIS, Alvará Judicial se o trabalhador menor possui alvará para trabalhar, etc.

Dica: No campo “Ocorrência”, o usuário pode determinar a Ocorrência para aposentadoria Especial que será informada na SEFIP, conforme determinação do Médico ou Engenheiro da empresa.

Se o usuário escolher as opções 02, 03, 04, 06, 07 ou 08, o programa calculará uma alíquota adicional de contribuição previdenciária de 06, 09 ou 12% para financiamento da aposentadoria especial para cada trabalhador, conforme determina a legislação vigente.

 

Guia – E-Social

Local onde serão preenchidos dados necessários específicos para o eSocial de acordo com a situação de cada trabalhador, tais como:

Tipo de Regime da Jornada de Trabalho, Grupo de Informações da sucessão de vínculo trabalhista, Grupo de informações de trabalhador estrangeiro, se o trabalhador possui algum tipo de deficiência, etc.

Dica: No campo “Exposição a Agente Nocivo (Aposentadoria Especial) “, o usuário pode determinar a Ocorrência para aposentadoria Especial que será informada no eSocial, conforme determinação do Médico ou Engenheiro da empresa.

Se o usuário escolher as opções 02, 03 ou 04, o programa exportará esta situação para o eSocial e o mesmo calculará uma alíquota adicional de contribuição previdenciária de 12, 09 ou 06% respectivamente, para financiamento da aposentadoria especial para cada trabalhador, conforme determina a legislação vigente.

 

Guia – Horário

Local onde serão preenchidos o horário de trabalho do trabalhador, como o Tipo da Jornada e os horários em cada dia da semana para aquele trabalhador.

Nota: Na informação nos dias da semana, na coluna “Horário”, serão preenchidos os códigos de horários que foram cadastrados previamente no menu “Cadastros” – “Quadro de Horários” – “Cadastrar Quadro de Horários”.

 

Guia – Estágio

Local onde serão preenchidos dados específicos do estágio para o eSocial para trabalhador estagiário.

Os dados que serão informados são: Natureza do Estágio, Nível do Estágio, Início e Término do Estágio e Nome da Instituição de Ensino e o Curso realizado.

 

Guia – Dependentes

Local onde serão preenchidos os Dados referentes aos dependentes daquele trabalhador, tais como: CPF do Dependente, Nome do Dependente, Tipo do Dependente,

Data de Nascimento, Local de Nascimento, Dados relativos a Certidão de Nascimento,  se o mesmo é dependente para Imposto de Renda, Salário-Família, Assistência Médica, etc.

 

Guia – Contato

Local onde serão preenchidos os telefones e e-mails do trabalhador.

 

Dica de visualização: os campos em que o programa mostrar com as “bordas vermelhas” ou com um X vermelho, são de preenchimento obrigatório.

Após preenchidos os campos, não esquecer de clicar no Botão “Salvar”.

O Programa dará um alerta de campos obrigatórios que ficaram sem preencher ou dará a mensagem “Colaborador Salvo com Sucesso”.

Cadastro de Funcionários Pro RH New
Cadastro de Funcionários Pro RH New